Metas Financeiras: O Segredo para uma vida equilibrada

metas financeiras pessoais

Você já se sentiu frustrado(a) por trabalhar duro e não chegar a lugar algum? Vivendo um dia após o outro apenas para pagar contas e o dinheiro nunca sobra?

Pois é. Muita gente passa a vida toda vivendo um dia após o outro, de trabalho em trabalho, tentando obter algum sucesso mas na realidade nunca sai do lugar. Ter um objetivo em mente, ou uma meta, significa que você poderá colocar seus desejos e objetivos no final, concentrar os seus esforços e usar o tempo e os recursos de forma produtiva. Tudo isso irá contribuir para aumentar as chances de você atingir este objetivo.

Estabelecer uma meta financeira significa dizer a si mesmo quais são os resultados que serão alcançados com aqueles sacrifícios que você irá fazer.

Por Quê Preciso de uma Meta Financeira?

Estabelecer metas é um passo fundamental para organizar a sua vida financeira. Mesmo se você fizer um orçamento mensal, anotar seus gastos e controlar o fluxo do dinheiro, sem uma meta todo esse trabalho será em vão.

É algo parecido com o que ocorre com as dietas da moda. Elas funcionam a curto prazo, porém sem a motivação necessária e sem estabelecer um cardápio e hábitos saudáveis que sejam possíveis de serem estendidos a longo prazo, em pouco tempo ela será abandonada. E aí acontece o efeito sanfona: você engorda todos os quilos que perdeu, e muitas vezes engorda ainda mais.

efeito sanfona nas finanças

Com o dinheiro é a mesma coisa. Não adianta usar os aplicativos da moda, criar uma planilha bonita e organizada ou comprar um caderno para anotar seus gastos se você não sabe exatamente porquê está fazendo isso.

Na verdade você provavelmente sabe porque está fazendo: porque precisa fazer o dinheiro sobrar, e não faltar, todos os meses. Mas, isso é o suficiente? Viver para pagar contas, e controlar o dinheiro só para poder ficar no azul trará realmente uma satisfação para você no final de todo o sacrifício? Seja sincero consigo mesmo.

As vezes fazemos coisas só porque “é a coisa certa a fazer” mas aquilo na verdade não significa tanto assim para nós. Você pode estar no caminho certo, mas se não souber onde quer ir, e porque quer ir, também não chegará a lugar algum. É por isso que não basta seguir as dicas de finanças. Você precisa também mudar a sua mentalidade, e , o mais importante, estabelecer metas.

 

É possível poupar e viver?

Entender onde você quer chegar e porquê isso é importante é o passo mais importante para ter uma vida financeira próspera, feliz e saudável. É por isso que esse blog se chama poupar e viver: é possível poupar dinheiro e viver a vida ao mesmo tempo.

metas financeiras

É comum vermos na mídia, em livros, revistas ou na internet, notícias de pessoas que viveram uma vida minimalista e conseguiram juntar fortunas. Elas não estão erradas, mas esse também não deve ser um ideal a ser alcançado. A medida da frugalidade depende de cada um.

Uma pessoa pode ser feliz vivendo com muito pouco, trocando o carro pelo ônibus e vivendo com 10 peças de roupa. Mas, essa é a sua realidade? O que te faz feliz? Cortar aquele cafezinho é um sacrifício que vale a pena?

Não somos robôs. Para conseguir ter resultados a longo prazo, precisamos também nos lembrar de viver. E isso inclui gastar dinheiro com entretenimento e com coisas supérfluas. Isso tudo é possível, basta ter equilíbrio. E estabelecer qual é o limite do supérfluo e dos sacrifícios passa inevitavelmente pelo estabelecimento de metas.

 

Dicas para fazer um Planejamento Financeiro

Aqui no blog já expliquei como fazer um planejamento financeiro pessoal. Não é difícil, e é algo que pode simplesmente salvar a sua vida financeira, além de ajudar a tomar melhores decisões sobre investimentos. É por isso que sempre que publico algum curso sobre investimentos, há um módulo de planejamento financeiro. É inevitável.

Se você quer aprender a fazer um planejamento financeiro e estabelecer metas, recomendo fortemente assistir às aulas do módulo “Iniciando no Mundo dos Investimentos” do meu curso de Tesouro Direto. A aula está gratuita e aberta ao público em geral, basta acessar o currículo do curso neste link. 

como investir no Tesouro Direto para Iniciantes

Leia também os artigos que já publiquei sobre o assunto:

Gostou? Deixe aqui seu comentário e suas dúvidas 🙂 E não se esqueça de compartilhar o artigo com seus amigos!

 

 

SHARE
Previous articleA Crise Política Afeta o Tesouro Direto?
Hevlin Costa é engenheira, pós graduanda em coaching e educação financeira pela metodologia DSOP, investidora, devoradora de livros e apaixonada por finanças e investimentos.