Abandone a Poupança e Seja um Investidor – um Pouco da Minha Experiência Pessoal

4
7

Você já parou para pensar que, se a poupança fosse um bom investimento, milhões de brasileiros seriam ricos?

Muitas pessoas acreditam que a poupança é uma boa escolha por acreditarem na palavra de gerentes de banco e da mídia, e também pelo medo de arriscar investir em outros produtos financeiros.

Outras não saem da poupança pois a consideram o investimento mais seguro, mesmo que não seja muito rentável.

A verdade é que elas estão perdendo muito dinheiro investindo na poupança. E não, a poupança não é o investimento mais seguro que existe, pois é administrada por uma instituição privada – o banco- e bancos quebram todos os dias. Além disso, o banco fica com a maior parte da rentabilidade, pois o dinheiro da caderneta de poupança é reinvestido em outros produtos e somente uma parte desse rendimento é repassada para o investidor.

Eu sei,e você também sabe, que é difícil abandonar a poupança e começar do zero no mundo dos investimentos. Especialmente porque trata-se do SEU dinheiro. E ele não veio fácil. Então, jamais passa pela cabeça a ideia de investir em qualquer coisa que não seja minimamente segura e com retornos garantidos.

Eu acho que você entende do que eu estou falando, não é?

A insegurança é o principal obstáculo de qualquer investidor.

Outra coisa que nós sabemos, e eu entendo perfeitamente, é que existe muita informação espalhada em livros e pela Internet e isso dificulta muito a sua jornada como investidor iniciante.

Você decide que quer investir, vai buscar informações, até abre a conta em uma corretora e logo se depara com um trilhão de informações: CDBs, LCI, LCA, debêntures, ações, Tesouro Direto.. são tantas modalidades diferentes que fica muito difícil escolher a melhor opção. Mesmo neste Blog eu sempre tendo ‘’mastigar’’ o conteúdo, mas não deixa de ser uma quantidade alta de informações. E sempre existem muitos artigos ‘’polêmicos’’ espalhados pela internet, cada dia recomendando um investimento diferente.

Eu sei que é complicado. E estou aqui para te ajudar.

A primeira coisa que você precisa entender é que ter pouco dinheiro não significa ter opções limitadas de investimentos.  O próximo tópico é exatamente sobre esse assunto.

Invista como os Milionários

Pense comigo… como os ricos de verdade investem?

Com certeza não é na poupança.

Eles investem em produtos financeiros, como o Tesouro Direto, Ações, Fundos Imobiliários, entre outros, e também em produtos físicos como imóveis e até mesmo empresas.

O segredo é que, no mercado financeiro, o segredo não é ter dinheiro – e sim investir corretamente.

Um exemplo simples: se você acompanha este Blog, já sabe que existem investimentos como o Tesouro Direto em que é possível investir a partir de 30 Reais.

30 reais é menos do que o preço de uma pizza nos dias de hoje.

Que tal investir no seu futuro ao invés de ingerir algumas milhares de calorias?

Neste artigo, irei comentar um pouco sobre a minha experiência pessoal, e o Tesouro Direto foi o primeiro investimento que fiz além da poupança.

Vou explicar um pouco mais sobre esse exemplo:

Os títulos do Tesouro Direto são papéis da dívida interna emitidos pelo Governo Federal, para financiar projetos em saúde, infraestrutura, educação e também para consertar os erros da sua própria gestão.

O Tesouro Direto é um ótimo investimento para iniciantes. Existem diversas modalidades de títulos, com juros fixos, remunerações acima da inflação e outros títulos cuja remuneração acompanha as taxas de juros da economia. Todos são extremamente seguros, inclusive até mais do que a própria poupança.

Mas antes de investir, é preciso primeiro entender como investir no Tesouro Direto de forma eficaz. Definir seus objetivos e encontrar o título que mais se adéqua ás suas necessidades. E é essa necessidade de aprendizado que acaba fazendo muitas pessoas desistirem, seja por dificuldade e insegurança, seja por comodismo.

Por que estou falando isso?

Porque também passei por isso quando comecei.

Então vamos lá…

Um Pouco da Minha Experiência Pessoal…

Quando decidi me tornar uma investidora, passei por uma fase muito difícil de pesquisa e busca por conhecimento. Comecei tentando planejar minha aposentadoria, pesquisei sobre previdência privada e logo vi que não era uma boa ideia. Depois, encontrei outros tipos de investimentos até me deparar com o Tesouro Direto.

O que mais gostei desse investimento foi a flexibilidade e, principalmente, a segurança. O Tesouro Direto é garantido pelo Governo Federal, e por isso é mais seguro que títulos de bancos ou empresas. A diversidade de títulos e prazos também foi uma vantagem muito grande frente aos outros investimentos.

Atenção: não estou afirmando que o Tesouro Direto é o melhor investimento, porque isso não existe. Tudo depende dos seus objetivos, e o ideal é diversificar entre vários investimentos diferentes. Eu comecei com o Tesouro Direto, mas hoje minha carteira é composta por outros tipos de investimentos também.

Quando comecei a investir no Tesouro Direto, precisei ler inúmeros livros e artigos para começar. Eu sonhava com a independência financeira, pois queria um dia trabalhar por puro prazer, e não pelo salário.

Eu assistia vídeos, procurava livros, sites, cursos e um milhão de fontes diferentes para conseguir entender como investir no Tesouro Direto. Na época, o Tesouro Nacional ainda adotava a nomenclatura antiga, que era uma verdadeira sopa de letrinhas, confusa e cheia de regras.

Na época, o que mais me incomodava era a falta de uma fonte única, que explicasse um passo-a-passo claro sobre o que eu deveria fazer e por onde eu deveria começar. Muitos sites explicavam como investir no Tesouro Direto de uma forma muito difícil, ou simplesmente davam informações erradas.

Então fui buscar informações com quem eu mais achava que entendia de dinheiro: o gerente do meu banco. Chegando lá, logo fui bombardeada com propagandas sobre os planos de previdência privada PBGL e VBGL que o banco oferecia. E nada de Tesouro Direto.

Essa falta de conexão entre as informações me deixou muito irritada.

Eu sei que aqui no Blog sempre afirmo que aprender como investir no Tesouro Direto é simples, porém na ‘’Hora H’’ surge aquela insegurança que nos impede de caminhar, e é sempre bom ter uma pessoa para pegar na nossa mão e nos levar até o nosso destino.

Eu não tinha ninguém. Mas eu não desisti.

Li muitos livros.

Pesquisei em vários lugares.

Deu muito trabalho.

Mas será que com você precisa ser assim?

Pensando nessa dificuldade,  e no quanto precisei sofrer para aprender, fui buscar maneiras de conseguir divulgar esse conhecimento para as pessoas de maneira fácil. Afinal, não é todo mundo que tem tempo e paciência para ler os livros e artigos enormes que eu precisei estudar. E na verdade, confesso que mesmo lendo tanta coisa, eu ainda não conseguia investir, estava morrendo de medo de fazer algo errado e perder dinheiro!!

Foi aí que eu tive uma idéia.

Você sabe que aqui no blog sempre compartilho guias e tutoriais para que as pessoas consigam fazer um planejamento financeiro e investir corretamente.

Porém, ainda há muita coisa além destes posts, e muitas pessoas se sentem inseguras ou desejam aprender de uma maneira mais direcionada.

Foi assim que eu desenvolvi um método seguro para investir dinheiro no mercado financeiro, que qualquer pessoa pudesse seguir.

Esse método já teve aprovação de 97.1% dos alunos até o momento, mesmo aqueles que nunca investiram em nada além da poupança.

Eu já vi muitos cursos por aí que ‘’ensinam tudo o que você precisa saber para fazer X sem precisar ser Y’’ e que na verdade não passavam de pura ladainha do vendedor.

Mas como eu mesma já estive no seu lugar, resolvi compilar todo esse material no Curso Aprenda a Investir.

Nele, eu revelo como você pode colocar suas finanças em piloto automático, poupar sem esforço e garantir um orçamento mensal equilibrado a longo prazo.

Além disso, você terá um tutorial completo, com o passo-a-passo, vantagens e desvantagens de cada tipo de investimento, desde a renda fixa como o Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA até fundos imobiliários e a bolsa de valores.

E depois de tudo isso, eu revelo como fazer para escolher o melhor investimento para você e para o seu dinheiro, dentro de todas essas opções.

Viu como tem solução?

Invista nos seus sonhos

A mensagem que eu quero passar nesse post é que nada é impossível. Eu saí do zero, não sabia NADA,  e hoje sou educadora financeira. Isso significa que você também pode fazer isso. Existem muitos materiais e cursos excelentes para quem quer começar e precisa de orientação.

Aprender a investir significa poder realizar sonhos e ter o controle da própria vida, fazendo seu dinheiro trabalhar enquanto você dorme.

É buscar a independência financeira.

É ter qualidade de vida e a liberdade para fazer o que você quiser e quando quiser.

Hoje eu sou investidora, mas um dia eu fui como você, procurando algo ou alguém para iluminar o meu caminho.

Não dê dinheiro para o banco – ele já é rico o suficiente.

Seja independente. Invista em você. Invista nos seus sonhos!

Antes de encerrar este artigo, gostaria de recomendar o Curso Aprenda a Investir.

 Ele já ajudou centenas de pessoas a darem o primeiro passo e agora é a sua vez!

Clique aqui para saber mais sobre o “Curso Aprenda a Investir”

Espero muito que você goste e lembre-se de mim quando estiver comprando seus primeiros investimentos!