Autores Artigos porHevlin Costa

Hevlin Costa

36 ARTIGOS 13 COMENTÁRIOS
Hevlin Costa é engenheira, pós graduanda em coaching e educação financeira pela metodologia DSOP, investidora, devoradora de livros e apaixonada por finanças e investimentos.

por -
0

É comum associarmos bens materiais a riqueza financeira. Possuir um bom carro e roupas caras significa estar ”bem de vida”. Paralelamente, estamos acostumados a definir classe social pela renda familiar, então classe alta significa alta renda familiar.

Antes de mais nada: Você sabe o que é ser financeiramente rico?

Ao responder esta pergunta, a maioria das pessoas logo imagina essa cena do desenho pica-pau:

Lembra?

Ambas as definições são incorretas do ponto de vista da educação financeira. Ser rico simplesmente é ter um padrão de vida inferior á sua renda mensal. Trocando em miúdos, é gastar menos do que se ganha, de forma que este dinheiro extra sirva como uma reserva financeira. É ter um patrimônio crescente aliado com fluxo de caixa positivo.

Mas o que é fluxo de caixa?

Para entender o que é um fluxo de caixa em finanças pessoais, você pode imaginar a sua conta bancária como uma imensa caixa d’água.

fluxo de caixa

Imagine uma caixa d’água, com uma entrada e uma saída. Quando a água entra, o nível da caixa aumenta, e conforme a água sai, o nível abaixa. Se entra mais água do que sai, o nível da caixa aumenta. Porém se você gastar mais água do que  a quantidade que entra, o volume abaixa.

Não importa a quantidade de água que entra.Também não importa se a caixa é feita de plástico ou é revestida em ouro em diamantes. O que importa é o quanto entra e o quanto sai.

Se sair mais do que entra, você estará financeiramente pobre.

Então não adianta ganhar 20 mil por mês se seus gastos são igualmente altos. Quando nos deparamos com pessoas que possuem muitos bens materiais, devemos nos lembrar de que aquilo não significa nada, apenas mostra que ela gasta muito dinheiro. Somente isso.

Pessoas ricas sempre vivem com menos do que o que elas podem pagar

Você já experimentou olhar para o passado e perguntar como vivia com tão pouco?

Aumentar inconscientemente o padrão de vida juntamente com o incremento de renda não é algo bom, pois agora você depende de mais para viver, e o impacto de uma despesa imprevista, doença ou perda da sua fonte de renda passa a ser igualmente maior.

Ser rico é saber lidar com o dinheiro, de forma que seu padrão de vida seja sempre menor do que a sua renda. Assim, o dinheiro excedente serve como uma reserva financeira para imprevistos e como um aumento do seu patrimônio pessoal.

o que é ser rico

Portanto, ter um planejamento financeiro não significa (querer) ser o Tio Patinhas.

Não é trabalhar igual a um louco, ser mão-de-vaca com tudo e deixar de viver para controlar milimetricamente todo seu dinheiro e assim acumular fortuna e ter uma BMW.

Poupar dinheiro não é desperdício de vida, é segurança.

É construir patrimônio e dormir á noite sem se preocupar com contas.

É não preocupar-se em como sustentar sua família se perder a sua fonte de renda.

É ter uma vida tranquila e realizar todos seus sonhos sem precisar entrar em dívidas.

É ter um consumo consciente.

É pagar a si mesmo, e não aos outros.

Dinheiro traz felicidade. No momento em que não precisamos mais nos preocupar com ele.

Siga-nos!

Gostou do Conteúdo?

 Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Acesse seu e-mail e confirme a inscrição!